HISTÓRIA DO CABOCLO PENA VERDE

É de uma Tribo Asteca, oriunda dos Estados Unidos que veio migrando até chegar na Amazónia, onde se instalou.
Sua aparência: usava calça de couro, tinha cabelos longos e grisalhos e seu penacho, longo, tinha as cores (verde, vermelha e branca) cada cor representada um irmão.
Relatou que para um índio se tornar pagé, tinha que participar de um ritual: caçar e trazer um javali para a tribo. Quando Pene Verde foi participar deste ritual, tinha mais um adversário, o vencedor seria quem trouxesse a presa primeiro. Continue reading “HISTÓRIA DO CABOCLO PENA VERDE”

Anúncios

CABOCLOS

Cor – Verde (variável perante a linha)
Símbolo – Arco e flecha
Pontos da Natureza – Matas
Flores – todo o tipo de folhagem
Essência – a caça e cura
Dia semana – Quinta-feira
Elemento – Terra e ar
Bebida – Vinho licoroso
Comidas – Frutos
Data comemorativa – 20 de Janeiro
Sincretismo – os índios que Habitavam a território brasileiro.


Umbanda, religião e ciência, absorção das vibrações cósmicas que actuam sobre a natureza. Congregação de entidades que se apresentam em formas diversas, espargindo o bem, a necessária ajuda ao ser humano. Dentre os Protectores que se agrupam em Falanges, uma se destaca notadamente pela pujança, vigor e por que não dizer, pela presteza com que se apresenta auxílio aos necessitados: a Falange dos Caboclos.  Continue reading “CABOCLOS”

Lenda de Tupinambá

Os donos da terra chegaram há milhares de anos. Vieram a pé, queriam alcançar o lugaronde não se morre, acreditando em uma antiga lenda do seu povo, que, tempos depois, se revelaria uma grande ironia do destino. Queriam chegar onde, segundo seus antepassados, havia fartura de terra e mar, de solo fértil e muitos peixes. Inspirados por seus deuses, um dia decidiram se reunir e caminharam pelas matas e caatingas, seguindo sempre o pôr-do-sol. Continue reading “Lenda de Tupinambá”