Como os chifres de búfalo vieram a ser utilizados no ritual do culto de Oià-Iansã

Ogum foi caçar na floresta. Colocando-se à espreita, percebeu um búfalo que vinha em sua direcção. Preparava-se para matá-lo quando o animal, parando subitamente, retirou a sua pele. Uma linda mulher apareceu diante de seus olhos, era Iansã. Ela escondeu a pele num formigueiro e dirigiu-se ao mercado da cidade vizinha. Ogum apossou-se do despojo, escondendo-o no fundo de um depósito de milho, ao lado de sua casa, indo, em seguida, ao mercado fazer a corte à mulher-búfalo. Ele chegou a pedi-la em casamento, mas Oiá recusou inicialmente. Continue reading “Como os chifres de búfalo vieram a ser utilizados no ritual do culto de Oià-Iansã”

Anúncios

Obá

Orixá do rio Níger. Orixá, embora feminina, temida, forte, energética, considerada mais forte que muitos Orixás masculinos, vencendo na luta, Oxalá, Xangô e Orumilá.
Obá é irmã de Iansã, foi esposa de Ogum e, posteriormente, terceira e mais velha mulher de Xangô. Bastante conhecida pelo fato de ter seguido um conselho de Oxum e decepado a própria orelha para preparar um ensopado para o marido na esperança de que isto iria fazê-lo mais apaixonado por ela. Quando manifestada, esconde o defeito com a mão. Seus símbolos são uma espada e um escudo. Continue reading “Obá”

Ogum ou S. Jorge

Nem uma coisa nem outra, e as duas coisas ao mesmo tempo, parece irónico mas é verdade!
Ogum é uma vibração emanada de Deus que em determinado momento de vida da humanidade se tornou carne e viveu junto dos Homens a experiencia de ser humano e como tal mortal.
Ser humano é uma das formas que Deus vivenciou a todos os espíritos que criou desde o primeiro bafo…”Quando Olorum, o Senhor do infinito, fez o Universo com o seu hálito Continue reading “Ogum ou S. Jorge”

Lenda de Ogum Xoroquê

Uma vez ao voltar de uma caçada não encontrou vinho de palma (ele devia estar com muita sede) e, zangou-se de tal maneira irado que subiu a um monte ou montanha e Xoroquê (gritou ferozmente ou cortou cruelmente do alto da montanha ou monte) cobrindo-se de sangue e fogo e vestiu-se somente com o mariwô, esse Ogum furioso chamado agora de Xoroquê, foi para longe para outros reinos, para as terras dos Ibos, para o Daomé, até para os lados dos Ashantis, sempre furioso, guerreando, lutando, invadindo e conquistando. Continue reading “Lenda de Ogum Xoroquê”

LENDAS DE OXUMARÉ

Quando Naná abandonou o primeiro filho, Orumilá ( o destino ) disse que ela iria ter um outro filho, tão belo quanto o arco-íris, mas que viveria longe dela, correndo mundo.
Oxumaré nasceu como uma linda menina que recebeu o nome de Bessém; mas, seis meses depois, ela se transformou numa serpente que saiu se arrastando e pelos seis meses seguintes vagou pelo mundo. E esse foi seu destino desde então; por isso, Oxumaré tem ressentimento da mãe, pois não pode nem namorar, pois os homens Continue reading “LENDAS DE OXUMARÉ”